PARA QUEM CUIDA

As experiências de quem cuida

Publicado em: 08/11/2021 às 10h29
Busca

Por Telma Mares

Há itinerários vividos no NAAPA que marcaram história e dentre eles, os itinerários recentes, vividos pelas Agentes de Abordagem Social da DRE São Mateus, contratadas pela SME com intuito de auxiliar na busca ativa de estudantes que ainda não retornaram para a escola.

Confiram os itinerários vividos e registrados por elas:

Fábia Santos do Carmo – Território do Parque São Rafael.           

Sma

Hoje, venho mostrar um pouco do meu trabalho, dizer que é um privilégio fazer parte dessa equipe e quão relevante fazer a busca ativa. Mostrar que existem várias histórias, famílias distintas e ao mesmo tempo com valores e cultura diferentes. Trabalhar como Agente da Busca Ativa me fez refletir sobre a vida e me tornou mais humana e ter empatia pelo próximo.

Visitar uma família a cada amanhecer é levar para casa uma satisfação enorme de trabalho concluído e principalmente porque essas famílias visitadas não estão sozinhas e podem contar com nosso apoio.

Dá vontade de abraçar a causa e, de imediato, resolver o problema, mas mesmo não podendo resolver tudo, acredito que em cada casa visitada deixei uma sementinha plantada; cada palavra de conforto valeu por todo esforço.

Continuaremos nessa busca até alcançar os objetivos de vermos TODAS as crianças na Escola e assim poder dizer “valeu”, “trabalho concluído com sucesso” e ficar com o sentimento de dever cumprido.

 

Smb

Tamires Andrade Nascimento – Território de Sapopemba.            

Busca ativa! Projeto implantado com a intenção de buscar, entender e trazer de volta para a escola estudantes que por algum motivo se evadiram.

Sabemos que a situação que o país entrou, mexeu com a estrutura de várias famílias que mudaram suas rotinas, precisaram se deslocar e até mesmo mudar para outro bairro ou cidade. E isso acabou atrapalhando a volta de alguns alunos à escola.

O governo municipal trouxe esse trabalho, possibilitando a mim um novo sentido e mostrando a importância da presença das crianças e adolescentes  na escola (seja ela presencial ou remota).

Em parceria com o NAAPA, escolas e famílias visitadas, conversamos e damos o suporte necessário para que sejam acolhidas e sem que estudantes percam parte do ensino e nem sejam prejudicados no seu desenvolvimento escolar.

Um trabalho rico e acolhedor, mudando história de muitas famílias e preenchendo os lugares vazios que o cenário escolar encontrou.

 

Smc

 

Aline Cristina Oliveira Fernandes – Território de São Rafael.             

É triste saber o quanto a exclusão e o abandono escolares afetam a vida de centenas de crianças e adolescentes.

Participar do projeto “Busca Ativa Escolar” além da inserção social e produtiva tem sido extraordinário para fortalecer a parceria entre pais e escola, colaborando com a construção de identidade dessas crianças e adolescentes.

Agradeço a Deus e a toda a equipe do Naapa por essa rica oportunidade, que mexe com o corpo, com a alma e transforma a todos nós nesse caminho.

 

Smd

Erica Fernanda Santos Firmino da Silva – Território de Iguatemi.

          

Olá! Sou casada, tenho 3 filhos e 32 anos.

Conheci esse projeto através de uma amiga que estava fazendo a inscrição. Eu estava orando pra Deus preparar uma porta de emprego pra mim e essa foi a oportunidade que apareceu. Quando recebi a ligação fiquei muito feliz.

Como esse projeto, cada visita que faço aprendo a cada dia…

Pude ver que cada família tem sua dificuldade e que as crianças não estavam frequentando a escola por motivos muito diferentes, incluindo mães com medo de mandar seus filhos pelo motivo da pandemia, pois ainda não tomaram a vacina, mas percebi, na maioria das vezes, a vontade delas retornarem.

Esse projeto me ensina a cada dia e comecei a dar muito mais valor à vida!

 

Sme

Vanusa Ribeiro da Silva – Território de São Mateus. 

Atuando no programa de Busca Ativa, aprendo e desfruto de cada momento vivido, tanto na escola quanto nas visitas domiciliares que tenho feito.

Sou muito grata a Deus pelo privilégio de poder conhecer tantas histórias e aprender com cada uma delas; vivenciar situações que nem sempre são agradáveis de ouvir, outras são mais tranquilas, acabo criando um vínculo com a família.

Creio que meu papel na Busca Ativa tem sido fundamental na vida de muitas crianças e adolescentes, temos visto o retorno na unidade, tanto presencial quanto no remoto, o que nos traz satisfação e segurança de um futuro melhor.

 

Smef

 Layla Cardoso de Souza – Território de Iguatemi. 

Olá, tenho 19 anos, sou estudante de Serviço social, atualmente no 4° semestre e ser selecionada a fazer parte do Programa da Busca Ativa foi um grande presente para o meu conhecimento.

Estou vivenciando grandes histórias, com as quais me deparo com diversas situações, tento colocar em prática todo o meu aprendizado e auxiliar as famílias para que a educação dessas crianças, em extrema vulnerabilidade, possa ser analisada e compreendida, pois abandonar a escola não é o melhor caminho.

Deixo aqui meu agradecimento a toda equipe do NAAPA e da EMEF Prof. Carlos Corrêa Mascaro, por me acolherem.

Telma 1

Telma Mares é Coordenadora do NAAPA da DRE São Mateus

Itinerarios3
09/03/2022 às 09h06

O escritor transborda as emoções pelas letras

´Por Equipe Naapa DRE Santo Amaro “A Fala organiza o pensamento; a escrita organiza a fala” – Lev Vygotsky. O […]

Cl16
29/11/2021 às 12h00

Dedos verdes: a experiência de crianças com plantio, colheita, saberes e afetos

Por Natália Tazinazzo Figueira Uma educação numa perspectiva democrática, no sentindo freiriano, procura estar sempre fincada ao seu chão, territorializada, […]

Itinerariosfb1
28/03/2022 às 10h44

É tudo pra ontem

Como AmarELO salvou o ano letivo de 2021